SELECIONE A PLATAFORMA DESEJADA

ACESSO AO LINA EDUCA

O Lina Educa é um aplicativo desenvolvido a partir de recursos públicos destinados à pesquisa, o qual foi financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAM. Sendo assim, o Lina Educa possui acesso grátis para uso.

Qualquer dúvida em relação ao Lina Educa envie sua solicitação através do formulário abaixo:

1 - SOFTWARE LINA EDUCA – POLÍTICA DE USO

Este documento determina a política de uso do Software Lina Educa, sistema desenvolvido nas versões Android e Desktop para o apoio a educação de crianças portadoras do Transtorno do Espectro do Autismo – TEA.

Leia cuidadosamente os termos e condições apresentados abaixo e somente utilize o Lina Educa se concordar integralmente com todo o conteúdo do termo de uso.

Na hipótese de discordar, ainda que parcialmente, ou de não entender qualquer das disposições descritas, não utilize o Lina Educa de qualquer forma e nenhuma das atividades a ele relativas.

Ao cadastrar o Lina Educa você terá a opção de ter um login de identificação e uma senha e toda vez que acessá-lo, poderá se logar e fazer uma navegação personalizada. Caso esqueça a sua senha, você poderá recebê-la no e-mail cadastrado no Lina Educa.

1.1. Propriedade intelectual

Os direitos autorais referentes aos conteúdos que compõem o Lina Educa são de propriedade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), juntamente com as pesquisadoras envolvidas. A marca Lina Educa, imagens e conteúdos são de propriedade da UFAM, FAPEAM e pesquisadoras envolvidas, quer estejam regularmente registradas quer não.

O uso ou reprodução da marca, imagens e conteúdo acha-se expressamente vedado, salvo prévia e escrita autorização. Todas as informações e conteúdos acham-se protegidas pela legislação de propriedade intelectual. Usuários estão proibidos de modificar, copiar, distribuir, transmitir, editar, publicar, vender, licenciar, bem como utilizar, direta ou indiretamente, quaisquer conteúdos do Lina Educa para finalidades comerciais.

1.2. Destinação do Lina Educa, legislação e jurisdição aplicáveis

O Lina Educa somente pode ser utilizados para o fim a que se destina, servir de reforço ou apoio às atividades educacionais de crianças com TEA. O Lina Educa não deverá ser utilizado como único ou principal recurso de educação para crianças autistas.

As atividades de alfabetização e da vida diária contidas no Lina Educa destinam-se a crianças com TEA, o usuário deverá fazer consultas a especialistas conforme o caso ou patologia da criança. Se o usuário não possuir total certeza quanto a sua caracterização como destinatário do conteúdo do Lina Educa, este deverá abster-se de utilizá-lo, até que possa atestar que possui a qualificação necessária para fazê-lo.

Para realizar as atividades de alfabetização, a criança autista deverá obrigatoriamente possuir algumas habilidades desenvolvidas, tais como interesse por letras, palavras e livros, bem como responder mediante estímulos, e ainda possuir:
- discriminação espacial (posição);
- discriminação de quantidade (por exemplo: mais x menos), e;
- discriminação das dimensões críticas dos estímulos textuais, por aspectos gráficos e sonoros.

As atividades para o desenvolvimento da escrita não são estimuladas pelo Lina Educa, estas deverão ser conduzidas e planejadas mediante a supervisão de um especialista.

Nenhum conteúdo contido no Lina Educa poderá ser considerado como um aconselhamento profissional. Não nos responsabilizamos, em nenhuma forma ou medida, por qualquer decisão tomada pelo usuário com base em ditas informações.

O usuário atesta estar ciente de que todas as relações jurídicas por ventura derivadas, direta ou indiretamente, do uso do Lina Educa serão regidas pela legislação brasileira e estarão submetidas ao foro central da comarca da capital do Estado do Amazonas, com exclusão de qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

1.3. Exclusão de responsabilidade

Em nenhuma circunstância os autores do Lina Educa poderão ser responsabilizados por qualquer dano, material ou moral, direto ou indireto, oriundo do seu mal uso, incapacidade de seu uso, por qualquer razão (impossibilidade ou interrupção no acesso), falha de desempenho, erro, omissão, interrupção, defeito, demora na operação ou transmissão, vírus ou falha do hardware (do usuário ou de qualquer empresa que preste serviços informáticos) ou do sistema ou de qualquer programa / aplicativo / produto / serviço, mesmo se os autores tiverem ciência da ocorrência atual ou potencial de tais problemas; da interceptação por terceiro não autorizado de quaisquer conteúdo, materiais técnicos ou outros disponíveis ou enviados pelo usuários. Bem como de sua adequacidade para os fins usados.

1.4. Alteração nos termos de uso

Os autores do Lina Educa reservam-se o direito de alterar, a qualquer momento e por qualquer razão, os presentes Termos de Uso, sem precisar comunicar tais alterações ao usuário, que concordará automaticamente com a nova versão sempre que se utilizarem do Lina Educa após a mesma estar disponibilizada.

2. DESCRIÇÃO DO LINA EDUCA

O Lina Educa possui dois ambientes, um destinado ao educador e outro a criança. O ambiente do educador permite a elaboração da agenda semanal da criança com seleção tanto das atividades de alfabetização quanto das AVDs. Esta é protegida por senha e não permite o acesso pela criança. O ambiente da criança não é protegido por senha, contudo, o acesso é feito por meio do ícone (foto) da criança quando utilizado por mais de um usuário. Este ambiente mostra apenas as atividades selecionadas pelo educador.

Atividades de alfabetização

As atividades de alfabetização do Lina Educa fundamentam-se no trabalho do Grupo de Intervenção Comportamental (Grupo Gradual), que realiza uma série de pesquisas, treinamentos e tratamento com crianças com desenvolvimento atípico. O grupo emprega a Equivalência de Estímulos, tema de estudos da Análise do Comportamento, que utiliza a motivação para facilitar o engajamento das crianças durante o processo de alfabetização.

De acordo com processo de alfabetização proposto, utiliza-se a relação entre estímulo e resposta para a criança aprender a fazer relações entre imagens, sons e palavras que são treinadas, fazendo com que acriança construa outras relações sem treino direto e, a partir disso, ela desenvolva uma classe de estímulos equivalentes.

Portanto, o processo de alfabetização utiliza a motivação para que a criança faça a identificação de letras, palavras e Imagens, construindo relações ao mesmo tempo em que adquire seu vocabulário. O aprendizado é feito por meio do treino de um grupo de três palavras. Um novo grupo de palavras só é iniciado quando a criança aprender o grupo treinado.

Após o treino de cada grupo de palavras é realizado um teste de identificação com sílabas recombinadas das palavras já treinadas. As ações realizadas pelo software são:
- O software pedirá à criança que selecione uma imagem ou palavra do exercício.
- Se a criança selecionar a resposta correta, o software evidenciará o que foi selecionado, dirá o nome do item e irá elogiar a criança.
- O software irá interagir com a criança em todas as atividades, a repetição do nome do item pelo software é para estimular a criança a repetir esta palavra ou emitir qualquer som que se aproxima desta.
- Se a criança não acertar, o programa repetirá automaticamente a mesma atividade, contudo, sem evidenciar erro.
- O critério para a criança avançar de um nível para o outro é cumprir um bloco de nove (9) atividades com todas as respostas corretas sem ajuda do educador, ou seja, a criança deve realizar a atividade de forma independente.

O Lina Educa faz o registros de todas as respostas dadas pela criança, corretas ou não (número de tentativas até fazer corretamente a atividade) para melhor acompanhamento da evolução da criança pelo educador. Não existe um número máximo de repetições de uma atividade que a criança poderá ou deverá realizar.

As atividades da vida diárias estão dispostas em quadros com ilustrações (masculina e feminina) dos passos a serem seguidos pela criança. Na parte inferior aparecem os passos em miniaturas que, conforme a criança for cumprindo cada um, ficam em cinza. As AVDs podem ser acompanhadas pela criança diretamente no tablete ou podem ser impressas e dispostas em forma de painel, ou ainda, conforme preferir o educador.

3. PROCEDIMENTOS PARA O USO DO SOFTWARE LINA EDUCA

O Lina Educa tem a finalidade de ser utilizado como reforço na elaboração das atividades de alfabetização (atividades acadêmicas) e da vida diária (AVDs), podendo ser utilizado na escola, na terapia individualizada ou em casa.

O Lina Educa usa a figura de um personagem animado chamado Lina, que interage com a criança nas atividades acadêmicas. O objetivo é criar empatia com a criança cuja dinâmica de interação baseia-se na animação e reforço das atividades que ela deverá realizar.

O uso do Lina Educa em tablets deverá ser manuseado sempre com a supervisão do educador, visto que uma criança autista corre o risco de desenvolver comportamento estereotipado ou repetitivo pelo deslizar de ‘páginas’ do tablet. O educador deve direcionar a criança para um manuseio funcional e correto do tablet até que ela esteja capaz de utilizá-lo de forma independente.

Para todos os níveis do Lina Educa (Desktop e Android), a criança deve ser conduzida pelo educador que irá ajudá-la no primeiro contato para a realização das tarefas e, conforme a criança for adquirindo independência, diminuir a ajuda gradualmente. As etapas a serem seguida para o treina da criança são:
- Ajuda Física: pegar a mão da criança, e guiar até fazê-la selecionar a resposta correta.
- Ajuda Leve: direcionar levemente a mão da criança para que ela selecione a resposta correta.
- Ajuda Gestual: apenas apontar para a resposta correta para que a criança imite.
- Independente: a criança realiza a tarefa sozinha.

O aplicativo utiliza apenas letras bastão, visto que são as mais indicadas para crianças com dificuldades de aprendizagem.

O aprendizado para a alfabetização é feito por meio do treino de um grupo de três palavras. Um novo grupo de palavras só deverá ser iniciado quando a criança aprender o grupo treinado. Após o treino de cada grupo de palavras, será realizado um teste de identificação com sílabas recombinadas das palavras já treinadas.

O aprendizado das AVDs é feito por meio de ilustrações dos passos que a criança deverá seguir para executar por completo uma atividade, como escovar os dentes, tomar banho, alimentar-se e etc.

As AVD’s poderão ser substituídas ou elaboradas novas pelo educador, bastando, para isso, inserir imagens fotografadas da própria criança ou de banco de imagens diversas.

4. ACESSO AO CÓDIGO FONTE DO LINA EDUCA

O Lina Educa é um software que foi desenvolvido a partir de recursos públicos destinados à pesquisa. O órgão financiador foi a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAM. Sendo assim, o Lina Educa possui acesso grátis para uso, bem como livre acesso ao seu código fonte. Todavia, em razão do uso especifico por crianças portadoras do TEA, o acesso ao código fonte será mediante solicitação por escrito aos desenvolvedores do sistema.


Lí, aceito e concordo com os termos.